Como aparecer no Google?

Como aparecer no Google?

15 Comentários »

Você já se perguntou como aqueles sites que você encontra em uma pesquisa no Google aparecem quando você pesquisa por uma palavra? Se você decidir criar um site hoje, será que ele também vai aparecer quando alguém fizer uma pesquisa? Afinal de contas, como um site aparece no Google?

Para quem não sabe (o que é meio difícil), tanto o Google quanto o Bing são buscadores onde você consegue encontrar praticamente qualquer coisa que queira, só precisando digitar palavras-chave do que você quer encontrar na barra de busca.

Então, para um site ser encontrado, ele precisa estar em um desses buscadores. Em outras palavras, o site precisa estar indexado.

Para aprender como aparecer no Google e outros aspectos de SEO inscreva-se no nosso curso presencial.

Mas como assim, indexado?

Um site indexado é um site presente nas listas do Google. Isso quer dizer que ele foi encontrado pelos chamados ‘robôs’ do Google, que nada mais são do que mecanismos que percorrem a web em busca de sites para serem adicionados ao banco de dados da empresa. Somente depois de ser analisado por um desses ‘robôs’ é que um site passa a aparecer em uma busca.

Caso seu site não apareça normalmente no Google um ou dois dias após ele ser criado, existem duas formas dos ‘robôs’ encontrarem um site:

  • Através da inscrição do site através do Webmaster Tool: É o procedimento recomendado pelo Google para a inscrição de qualquer site em seus mecanismos de buscas, porém todo o processo pode demorar mais do que o dono do site deseja. O tempo de espera gira em torno de 3 meses, o que é muito tempo para quem está louco para ver seu lindo site aparecendo entre os resultados de uma busca. Yahoo e Bing também apresentam formulários semelhantes e com o mesmo tempo de espera.
  • A partir de um link apontando para o seu site: Para quem não aguenta esperar, a forma mais rápida de ter seu site indexado pelo Google ou qualquer outro buscador e tendo um site já indexado apontando para o seu. Assim, quando os robôs do buscador entrarem no site e procurarem por links nas páginas, cairão diretamente no seu site e acabarão indexando-o. Este processo é chamado de “crawling” e pode indexar seu site bem rápido.

Muito bom, seu site já foi indexado pelo Google, mas você não conseguiu encontra-lo na primeira página? Só pelo fato do site já estar presente em uma busca não quer dizer que ele vá aparecer entre os primeiros resultados.

Na verdade aparecer como primeiro, segundo ou terceiro da lista demanda muito trabalho por parte do dono do site, que precisará investir bastante em otimização de sites. Só assim um site poderá ser ranqueado pelo Google.

E como eu faço SEO?

SEO nada mais é do que um conjunto de métricas que possibilita a um site ser encontrado com mais eficiência por pessoas que se interessem pelos assuntos tratados neles. Em meio a um mar de sites que surgem todos os dias, é com o uso de práticas de SEO que um site consegue se destacar entre os demais.

São muitas as métricas que podem ser aplicadas a um site para que ele apareça com maior destaque em sites de busca, podendo ser divididas em métricas aplicadas no próprio site (SEO interno) e fora dele (SEO externo).

Uma boa fonte de estudos sobre para quem quer aprender SEO agora é o nosso Curso Online Gratuito.    

Entendendo o processo de ranqueamento

Como já dissemos antes, existem muitos fatores que influenciam no ranqueamento dos sites e a grande maioria não é conhecida pelo público, já que a empresa só deixa escapar algumas de suas métricas.

Dentre as conhecidas, quatro são as de maior relevância para quem almeja um lugarzinho na primeira página de busca.

  • Bons links: Neste quesito, o que importa é a qualidade e não a quantidade de links. Não adiantaria nada se 15 sites apontassem para o seu se esses sites não são bem vistos pelo Google – o que ainda pode acabar mal para o seu próprio site, que pode ser interpretado como um site ruim também. O que passa relevância para uma página é um bom link apontando para ela, então preze sempre pela qualidade dos links que referenciam seu site.
  • Otimização InternaUm site não consegue bons links se não for bem estruturado. Preste atenção em seu site e veja se as palavras-chave para as quais você quer aparecer nos buscadores aparecem ao longo da página. Olhe as URLs e certifique-se de que estão otimizadas da melhor forma e não se esqueça de ver se você está seguindo a ordem hierárquica do H1 – que só pode existir um por página. Quando você faz uma lista, coloca os números manualmente ou usa a ferramenta de listagem? Tudo isso influencia bastante na parte interna do seu site.
  • Experiência do usuário: Você conseguiu deixar seu site bonitinho em relação à otimização interna, mas ainda não tem bons links? Pense se as pessoas que visitam seu site conseguem encontrar um conteúdo de qualidade de um jeito fácil. Se não conseguem, é bom você investir na experiência do usuário. Produza bons textos e informações valiosas para quem quer saber sobre o que você está falando. Deixe não só os textos claros, mas também a navegação em seu site, fazendo-a da maneira mais simples possível para seu visitante. Isso vai melhorar a quantidade de visitas e aumentará o tempo de permanência de um visitante em suas páginas.
  • Engajamento nas Redes Sociais: Recentemente a presença de um site nas redes sociais tem contado bastante na hora de atribuir relevância à uma página. Sendo uma das formas mais simples e eficazes de apresentar uma marca ou serviço ao público, o serviço acaba angariando seguidores que, se bem estimulados pelas publicações nas redes sociais, acabam aumentando o tráfego para o site da marca ou serviço. Invista seu tempo em técnicas para se destacar em redes sociais como Facebook, Twitter e Google+.

Estar sempre de olho nas mudanças do Panda e do Penguin também é uma ótima dica para quem quer estar sempre dentro das métricas do Google, mas não ache que só isso importa.

Mantenha a vontade de fazer um site cada vez melhor em questão de usabilidade para os visitantes que você não precisará se preocupar tanto com as mudanças das diretrizes.

Mas lembre-se: fique longe de Black Hat! Essas técnicas só farão seu site ser punido pelo Google.

Se você tem interesse em aplicar as técnicas de SEO mais avançadas em seu site, solicite um orçamento da nossa Consultoria SEO.

15 comentários para “Como aparecer no Google?

  1. Gostaria de agradecer pelas informações dadas, são de suma importância para àqueles que desejam estar sempre nas primeiras posições nesse mundo tão competitivo. Parabéns a toda a equipe do seomaster.

  2. Belíssimo artigo!
    Muita utilidade e, mais uma vez, fica evidente a necessidade das mídias sociais estarem presentes em um bom projeto de SEO.
    Um abraço e sucesso a todos!!

  3. Nossa, excelente! Muito bem explicado… Entendi um pouco mais sobre esse universo desconhecido que é a “visão do Google”, vamos chamar assim… Obrigado. Um grande abraço!

  4. Ótimas dicas. A LND Semi Joias as seguiu e hoje já estamos entre as primeiras páginas do google. Indicamos a todos para também seguir essas dicas

  5. Parabéns pelo post! Fiquei com uma dúvida: Em relação aos robôs encontrarem o website, você apontou duas alternativas: Através da inscrição do site através do Webmaster Tool OU A partir de um link apontando para o seu site.
    Minha dúvida é: Se eu faço UMA das alternativas, não preciso fazer a outra???

    1. Bom dia Rodrigo,

      São duas coisas distintas.

      A inscrição no Webmaster Tools é feita para que o Google indexe o seu site perfeitamente e minimize a quantidade de divergências.
      Já o link apontando para o seu site é um pilar trabalho do trabalho de SEO chamado de Autoridade, onde através desse, você consegue ganhar posições com uma palavra específica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SP São Paulo (11) 2640-7284 Rua Manuel da Nóbrega, 456 conj. 65 - Paraíso - São Paulo - SP
RJ Rio de Janeiro (21) 4126-1965 Tv. Domingos Candido Peixoto, 501 / casa 1 - Icaraí - Niterói - RJ