Curso de SEO Online

Aula 5: Black Hat SEO

Uma simples pergunta: você está pedindo ao Google para ter seu site penalizado?

Tenho certeza de que está pensando: “Bem, é óbvio que não!”

Todos os dias, acompanhamos pessoas reclamando em fóruns sobre SEO a respeito de seus sites terem sido banidos pelo Google. Essas pessoas dizem não ter feito nada de errado assim como não possuem a mínima noção do motivo do Google ter agido dessa forma com seus sites.

O propósito dessa aula é ensinar a você uma coisa muito importante:

O que NÃO fazer quando estiver otimizando os fatores onpage e offpage em seu site.

Como saber se seu site foi banido?

Primeiro, vamos mostrar a você se seu site foi realmente banido do Google. Muitas vezes, as pessoas acham que foram banidas, mas na verdade seus sites simplesmente despencaram no ranking e não são mais encontrados facilmente no resultado de uma busca. Essa perda de ranking pode ser gerada por uma punição dada pelo Google ou pela não manutenção de SEO em seu site. A otimização de sites para mecanismos de busca é um processo contínuo, não adianta fazer uma vez e parar daqui a dois meses.

Para saber se seu site foi banido, acesse o Google e digite o prefixo site: seguido da URL completa do seu site na caixa de pesquisa. Por exemplo, digite site:http://www.exemplo-nome-dominio.com.br e clique em “Pesquisar”.

resultado busca dominio google Black Hat SEO
Figura 1: Procurando um domínio no Google

Perceba que o Google diz não ter informações a respeito desta URL. Isto significa que ela não está presente em suas bases de dados.

Há duas explicações para esse fato ocorrer: ou é um site recém-criado e que ainda não foi indexado pelos robôs de busca (neste caso, essa mensagem aparecerá até o site ser indexado) ou é um site que foi banido pelo Google.

Agora, já sabemos como identificar se nosso site foi banido ou não.

O que pode levar seu site a ser banido?

Existem diversos fatores de otimização onpage bem como fatores offpage que podem levar o Google a penalizar seu site com perda de posições no ranking ou até mesmo retirá-lo de seus índices. Iremos abordar nessa aula alguns desses fatores que podem ser causas dessas punições.

Antes de começar, você deve ficar ciente de que existem muitos sites que estão impunes mesmo realizando estas práticas. Elas não ajudam no ranking do seu site e são uma completa perda de tempo. Nunca as utilize! Mais cedo ou mais tarde o Google irá encontrá-las e o seu site receberá uma punição. Não vale a pena correr o risco com coisas que não lhe ajudam muito a melhorar o posicionamento do seu site. O conjunto dessas técnicas maliciosas e não éticas é chamado de “Black Hat SEO” e, fazendo uma comparação direta, seria o mesmo que o Spam é para o E-mail Marketing.

A seguir, vamos explicar com mais detalhes algumas dessas técnicas de Black Hat SEO.

Textos Hidden

Textos hidden (escondidos) são textos que os visitantes não conseguem ver ao entrar em um site. Alguns webmasters fazem isto com a intenção de adicionar palavras-chave no decorrer da página sem deixar tal conteúdo visível a quem visita o site, já que esteticamente ficaria feio. Porém, estes textos, mesmo estando escondidos dos visitantes, são lidos pelos robôs de busca.

Por exemplo, vamos supor que seu site tenha um fundo branco. Caso você desejasse esconder algum tipo de texto, poderia simplesmente fazer a cor do seu texto ser igual à cor do fundo da sua página: branco. Dessa forma, os visitantes não perceberiam a existência do texto adicionado.

Vamos a um exemplo real: http://www2.uol.com.br/guiamaua/hoteis/55.htm

Este é o 1º site do resultado da pesquisa realizada no Google para as a seguintes palavras: “pousadas em visconde de maua”.

site texto hidden google Black Hat SEO
Figura 2: Site Black Hat no Google

Visitando o site, não percebemos onde está o texto escondido.

site black hat Black Hat SEO
Figura 3: Site Black Hat – O texto está escondido

Porém, basta apertar as teclas “ctrl + a” do seu teclado para que a farsa apareça. Esse comando irá selecionar todo o texto da página e, até mesmo, textos hidden.

site black hat texto hidden Black Hat SEO
Figura 4: Site Black Hat – Texto hidden revelado

Esse texto hidden contém algumas das palavras-chave para as quais o site está bem posicionado no ranking do Google. Porém, este não é o principal motivo deste site possuir a 1ª colocação no ranking. Caso viessem a retirar esses textos escondidos, certamente continuariam com a mesma posição, além de acabar com a possibilidade de ser penalizado ou banido pelo Google.

Alt Image Tag Stuffing

Essa é uma outra maneira que as pessoas tentam usar para inserir palavras-chave em seus sites, visando a leitura dos robôs de busca, porém sem deixar que os visitantes percebam qualquer diferença.

A seguir, temos um exemplo de um site que gostaria de possuir um bom ranking para os termos “cabbage soup diet”. O que eles fizeram foi inserir uma figura de um repolho (cabbage, em inglês). Quando um visitante entra no site e passa o mouse sobre a figura, aparece um pequeno popup.

alt image tag stuffing Black Hat SEO
Figura 5: Exemplo de Alt Image Tag Stuffing

Repare quantas vezes ele repetiu as palavras “cabbage soup” e “cabbage”. Não há outra explicação para isto, a não ser querer inserir o maior número de palavras repetidas possíveis em sua página.

O propósito real do atributo <alt> de uma tag de imagem é mostrar o texto presente neste atributo caso um usuário entre no site e a imagem não seja carregada. Este artifício é usado para auxiliar pessoas que possuem problemas de visão.

Alt tag Spam é uma coisa da qual você deve manter distância. O uso do atributo <alt> em tags de imagem é aconselhável, sendo até recomendado, e um exemplo adequado de texto para o atributo <alt> neste caso seria: cabbage soup diet graphic.

Meta Tag Stuffing

Neste tópico falamos de pessoas que enchem de palavras-chave, e às vezes até palavras repetidas, as meta tags description e keywords.

Por exemplo, o uso da tag abaixo se refere a um site que deseja obter um bom ranking para as palavras-chave “livro de anatomia”:

<meta name=”keywords” content=”LIVRO DE ANATOMIA, livros de anatomia, Livros de Anatomia, ANATOMIA, LIVROS, Livros de ANATOMIA, LIVRO DE ANATOMIA, LIVRO ANATOMIA, ANATOMIA, Livro de Anatomia, LIVROS de ANATOMIA, ANATOMIA, LIVROS LIVROS ANATOMIA, LIVRO anatomia livros de anatomia, anatomia anatomia, ANATOMIA, Livro Anatomia”/>

Isto é realmente ridículo. O Google não faz uso de meta tags para construir seu ranking de sites. Além disso, este site será penalizado.

Fique longe dessa técnica também.

Title Tag Stuffing

Abaixo, temos um exemplo de Title Tag Stuffing:

title tag stuffing Black Hat SEO
Figura 6: Exemplo de Title Tag Stuffing

Não faça isso.

Você não deve repetir palavras-chave no título de seu site. Deve-se incluir as palavras-chave escolhidas apenas uma vez. Qualquer quantidade a mais irá diminuir o peso atribuído a cada uma delas e, no caso de spam, como no exemplo acima, o site certamente será penalizado.

Doorway

Uma “doorway page” é uma página criada especificamente para conseguir um bom posicionamento nos mecanismos de busca. Porém, sua principal função é levar o visitante a outras páginas. Geralmente não possuem conteúdo algum destinado ao internauta, são extremamente otimizadas para determinadas palavras-chave e possuem links para outras páginas. Em alguns casos, há inclusive redirecionamento automático para outros sites através de JavaScript ou meta refresh.

O Google e os demais mecanismos de busca condenam o uso desta técnica, já que o visitante não é levado para onde ele realmente clicou e desejava ir, ou seja, ele esta sendo enganado!

Cloaking

Só pra lembrar, os robôs de busca atualizam suas bases de dados e formulam seus rankings visitando cada site presente em seus índices, bem como cada link presente em cada site visitado e assim por diante. Cloaking consiste em apresentar um conteúdo para o robô de busca e outro completamente diferente para o visitante.

A página apresentada ao robô não apresenta nenhum conteúdo útil. Ela é construída em função da leitura do crawler (robô de busca) a fim de se conseguir uma boa posição no ranking. Geralmente é inflacionada com palavras-chave e não possui uma leitura seqüencial lógica para um ser humano.

Isso fere algumas das diretrizes do Google, que preza conteúdo de qualidade e feito para o visitante. Portanto, não utilize essa artimanha também.

Essas são apenas algumas coisas que as pessoas continuam a fazer. São técnicas que eventualmente acabam em banimento e que não o ajudarão a se posicionar bem nas pesquisas. Realmente não vale a pena desperdiçar seu tempo em algo que não traz resultados e que pode ainda acarretar em prejuízos a seu site.

Resumindo, fique sempre longe dessas técnicas chamadas de Black Hat SEO. Há muita gente trabalhando para que os crawlers não sejam enganados. Mais cedo ou mais tarde você será descoberto e seu site será penalizado. Definitivamente, não vale a pena!

Links “maus” podem prejudicar meu site?

Com relação à obtenção de links, não participe de link farms e mantenha distância de sites suspeitos ou que utilizem deliberadamente técnicas de Black Hat SEO. Se o Google detectar links de sites maliciosos apontando para a sua página, seu site pode ser penalizado.

Porém, existem vários fatores que o Google utiliza para analisar a situação antes de efetuar uma punição desse tipo. Senão, imagina quantas pessoas iriam simplesmente adicionar sites concorrentes em link farms ou então inserir links em páginas maliciosas apontando para as páginas de seus concorrentes? Sem dúvida, haveria muitos casos de sabotagem.

Para evitar que sites sejam punidos injustamente, o Google considera fatores como o tamanho e a idade do site, sua autoridade, verifica se os links provenientes de sites black hat e link farms são otimizados ou se são somente links aleatórios. Mesmo assim, seu site ainda pode ser punido injustamente por uma ação eficiente de sabotagem da concorrência.

Caso isso ocorra, trate de identificar quais são os sites maliciosos que apontam para a sua página, acesse imediatamente as Ferramentas para Webmasters do Google e faça um pedido de reconsideração. Afirme que você não se interessa e nem apóia os links provenientes dos sites black hat identificados e peça para eles simplesmente desconsiderarem tais links, eliminando qualquer crédito ou descrédito que eles possam estar passando para a sua página. Assim, o Google deverá remover a punição.

Outra maneira de ter seu site penalizado pelo Google é conter em suas páginas alguma referência (link) para sites “maus”, como:

  • Links Farms
  • Sites penalizados pelo Google

Você deve estar achando que é fácil manter seu site fora desses casos, certo? Errado!

Tome este caso como exemplo: suponha que nós temos um site e trocamos links com o seu site. Até o presente momento, tudo certo. Somos dois sites de boa qualidade, com conteúdos relacionados e com Page Rank 4. É uma troca de links perfeita.

Passados alguns meses, começamos a fazer uso de algumas técnicas de Black Hat SEO. Percorrido mais algum tempo, o Google descobre nossas técnicas maliciosas e decide banir nosso site.

Portanto, não estamos mais presentes nos índices de sites do Google e, consequentemente, nos resultados de suas pesquisas.

Até agora, nenhum problema com relação ao seu site, certo? Errado!

Veja só, você ainda continua apontando para nosso site, o qual agora, é considerado “mau” por utilizar técnicas não éticas para enganar os algoritmos do Google. E, por causa disso, seu site também será severamente penalizado. E isso tudo mesmo sem você ter mudado uma linha de código do seu site!

Para e pense nisso por alguns instantes…

Seu site pode perder centenas de posições no ranking sem mesmo você saber o motivo!

Portanto, é muito importante manter o controle dos links presentes no seu site. De tempos em tempos, sempre verifique os sites para os quais está apontando para saber se eles foram de alguma forma penalizados pelo Google ou até mesmo banidos.

SP São Paulo (11) 2640-7284 Rua Manuel da Nóbrega, 456 conj. 65 - Paraíso - São Paulo - SP
RJ Rio de Janeiro (21) 4126-1965 Tv. Domingos Candido Peixoto, 501 / casa 1 - Icaraí - Niterói - RJ