SEO por acidente

2 Comentários »

Há alguns dias atrás, estava realizando pesquisas no Google quando me deparei com um resultado bastante interessante em termos de SEO, o qual gostaria de compartilhar e debater com vocês. O termo procurado era SMO (sigla para Social Media Optimization) e o resultado que gerou o meu espanto foihttp://www.jornalismo.com.br/.

Creio que o 1º questionamento que vem em mente seja: por que o Google está indicando um site sobre jornalismo quando buscamos por SMO? Seria mais um exemplo de Google Bomb?

Nada disso. A resposta é bem simples. Basta pesquisar por SMO e procurar pelo site em questão na página de resultados. O título do site é JORNAL!SMO.com.br e não JORNALISMO.com.br. Como vocês podem ver na figura a seguir, o Google coloca em negrito as letras SMO, isto é, o ponto de exclamação está funcionando como um separador, dividindo a palavra em duas: JORNAL e SMO.

Jornalismo

E não é só isso. A palavra (ou as palavras) Jornal!smo aparece 6 vezes no decorrer do site além de também estar presente na Meta Description. Em termos de links, o site possui apenas 2 (ambos com PageRank 0) com o anchor Jornal!smo, ou seja, nada que faça tanta diferença. O que realmente está pesando é o título e o fato da palavra ser empregada algumas vezes no conteúdo da página.

Mas afinal de contas, aonde estou querendo chegar com tudo isso? A principal questão aqui é a seguinte: até que ponto slogans, frases de efeito ou até representações textuais de logotipo devem ser aplicados nos títulos de um site em detrimento à utilização de termos para sua otimização? Será que eles não podem coexistir?

Para ilustrar a situação, vejamos alguns dados. A palavra Jornalismo teve cerca de 370 mil buscas no Goolge em Abril-09. Em minha última consulta, o jornalismo.com.br ocupava a 3ª posição para este termo no Google e um modesto 34º lugar no Yahoo. Talvez, pelo simples fato de passar a empregar a palavra Jornalismo no título, disputaria as primeiras posições no Google e passaria a “existir” no Yahoo.

O possível argumento de estar recebendo acessos provenientes de buscas por SMO é praticamente inválido neste caso. Apesar dessa palavra obter 18 mil pesquisas no Google em Abril-09, existe o fato de que quem procura por SMO provavelmente não está interessado em conteúdo sobre jornalismo, o que certamente provoca uma taxa de rejeição enorme à página. Isso considerando que usuário entrou no site, pois caso ele tenha lido a descrição e percebido que se trata de um site sobre jornalismo, nem deve chegar a clicar no resultado.

Diante desta situação, o pessoal do jornalismo.com.br deveria realmente pensar em empregar a palavra jornalismo no título de sua homepage. E, para isto, não seria necessário uma substituição de sua marca ou logotipo. Eles poderiam utilizar algo do tipo:

  • Jornalismo Total | Jornal!smo.com.br
  • Jornal!smo.com.br – A comunidade da Comunicação e Jornalismo
  • Jornalismo Ético | Jornal!smo.com.br

ou qualquer coisa parecida ou mais criativa ;). Desta forma, continuariam com o branding atual e passariam a aplicar SEO também. Posso garantir de antemão que os benefícios seriam bastante satisfatórios.

Leitura indicada: SEO para Title Tag

E você, o que pensa a respeito dessa situação?

Se você gostou do nosso blog, assine o RSS ou então receba os posts por e-mail.

2 comentários para “SEO por acidente

  1. Eu, por exemplo, uso o seguinte slogan para o meu blog: “O seu blog de publicidade”, que pode não ser tão criativo, mas é funcional para SEO e identificação do que trata o conteúdo dele.

  2. O fato de eles terem literalmente dizendo atravessado o termo SMO é complicado uma pois estão não mechendo com uma sigla simple como aqueles dos editores de texto online WSY… mas com um termo que vem crescendo a cada dia e é algo gigante 18 mil buscas por mes, não qualquer coisa. Simplesmente causam o efeito 30s ou menos que ninguem que procura isto chega a um site destes e fica mais que isso.

    Bem eles poderiam fazer um curso de seo, ajudaria bastante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SP São Paulo (11) 2640-7284 Rua Manuel da Nóbrega, 456 conj. 65 - Paraíso - São Paulo - SP
RJ Rio de Janeiro (21) 4126-1965 Tv. Domingos Candido Peixoto, 501 / casa 1 - Icaraí - Niterói - RJ